quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Preso em homicídio motivado por vingança em Rurópolis


Está preso Lucivan Sousa Neris, 23 anos, acusado de ter assassinado a tiros, com um revólver calibre 38, Adriano Santos Silva, na madrugada da virada do ano na comunidade de Divinópolis, em Rurópolis, oeste do Pará. De acordo com o preso, o crime foi motivado por vingança. Adriano era acusado de ser o autor do assassinato da ex-companheira Gisele de Sousa Neris, irmã de Lucivan. O crime se registrou em 2008, no município de Itaituba. Após ser preso, Lucivan foi apresentado por policiais militares do município de Rurópolis ao delegado Ariosnaldo da Silva Vital Filho para as devidas providências legais. O procedimento policial de flagrante já foi comunicado ao Fórum local com solicitação de transferência do preso para o Centro de Recuperação Regional. Conforme os autos do inquérito sobre a morte de Gisele, a vítima conviveu com Adriano por quatro anos e teve com ele dois filhos.
Ainda, segundo o delegado, Lucivan foi preso à altura do quilômetro 70 da rodovia principal da região. Ele matou com seis disparos de arma de fogo o assassino da irmã. Adriano estava em uma festa naquela comunidade no momento do crime. Em depoimento, Lucivan confessou o crime. Ele contou ter adquirido a arma na cidade de Novo Progresso, após ter tomado conhecimento de que Adriano estava em Divinópolis. Conforme o delegado, Adriano, na época do crime, chegou a ser preso e ficar um ano e meio no presídio de Itaituba, mas foi liberado pela Justiça, depois que o inquérito concluiu que a morte de Gisele teria sido uma fatalidade e que a arma do crime disparou por acidente.

Fonte: Polícia Civil / Pa

Nenhum comentário:

Postar um comentário