quarta-feira, 18 de abril de 2012

GILSON PAULO, VULGO "CABELO" É CONDENADO POR MATAR ADOLESCENTE EM ABRIL DE 2008


A audiência que condenou Gilson Paulo dos Reis de 35 anos aconteceu nesta quarta-feira (18), na sala de Seções da Câmara Municipal de Brasil Novo.
Gilson Paulo dos Reis, vulgarmente conhecido como “CABELO”, foi condenado a 16 anos e 15 dias de reclusão em regime fechado. A sentença foi anunciada às 16h49m pela Juíza da comarca de Brasil Novo Dr.ª Ângela Graziela Zottis.
Quem também foi punido foi uma das testemunhas arroladas pelo Ministério Público, Sr. João Guedes foi multado em três salários mínimos e mais R$ 70,00 de diligência por não ter comparecido na audiência.
Cabelo foi julgado pelo crime cometido contra Maria Cristina Almeida de 13 anos de idade no dia 29 de abril de 2008. Cabelo levou a garota até o KM 50 na entrada para a vicinal 17. Ele teria tentado ter relações sexuais com a menor e ao ser rejeitado por ela, Cabelo resolveu tirar-lhe a vida degolando a garota.
Cabelo era casado, pai de 4 filhos. Segundo depoimento de sua ex-companheira, Cabelo chegou a falar pra ela a para a sogra sobre o crime, na oportunidade ele havia ameaçado as duas caso elas o denunciasse.
Para o Dr. Walbert Pantoja de Brito, a confição extrajudicial feita pelo réu e a comoção da comunidade foi o fator que pesou mais para a condenação do mesmo e que irá recorrer da sentença.
O MPF – Ministério Público Federal – representado pela Dr.ª Sabrina Mamede Napoleão Kalume disse a decisão dos jurados mostrou que o ministério público estava certo ao apresentar a tese de acusação do réu por ter cometido um creme desta natureza.
Gilson Paulo dos Reis, que já estava preso há quatro anos poderá está em liberdade daqui a dois anos.

Por: Valdemídio Silva
Equipe Popular

Nenhum comentário:

Postar um comentário