quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Ex-prefeito de Porto de Moz é condenado por improbidade

Gérson Salviano Campos teve direitos políticos suspensos por cinco anos
O ex-prefeito de Porto de Moz Gérson Salviano Campos foi condenado pela Justiça Federal à suspensão dos seus direitos políticos por cinco anos.

A decisão, do juiz federal Pablo Zuniga Dourado, foi baseada em ação do Ministério Público Federal em que o ex-prefeito foi acusado por improbidade administrativa, por ter deixado de prestar contas de convênio entre Porto de Moz e o Ministério da Previdência e Assistência Social, para implantação do Programa de Erradicação do Trabalho lnfantil (Peti).

Campos também foi condenado a devolver R$ 9 mil, ao pagamento de multa equivalente a cinco vezes o valor da remuneração que ele recebia como prefeito e ficou proibido de contratar com o poder público por três anos.

Atuaram no processo os procuradores da República Cláudio Terre do Amaral e Meliza Alves Barbosa.
Notícia Postada Por: MPF
Fonte: OX

Um comentário:

  1. Muito bom o blog,meu amigo que recomendo,ai vir conferir e eu vou recomendar tb,e acompanha..me recomendaro esse site de rastreamento pois eu tava precisa http://rastreamentodecelular.net sera que é bom? rsrsrsrs abraços..parabens pelo blog

    ResponderExcluir