segunda-feira, 12 de novembro de 2012

POLICIAIS CIVIS DESARTICULAM ESQUEMA DE TRÁFICO DE DROGAS EM PORTO DE MÓZ.


Transexual flagrado com drogas
Policiais civis e militares desarticularam, nesta sexta-feira, 9, após investigações e denúncias anônimas, um esquema de tráfico de drogas na cidade de Porto de Moz, noroeste do Pará. As drogas, do tipo "pedras de crack", eram transportadas, via fluvial, de Belém para a cidade, pelo transexual de nome social Kawanny Micaelle Monaraike Que Blag. Ao ser presa, ela portava 200 gramas da droga.
Segundo o delegado Eduardo Paisani, titular da Polícia Civil no município, o trabalho investigativo foi iniciado a partir de informações recebidas pela Polícia Civil de que um traficante de drogas já conhecidos dos policiais na região estaria novamente traficando entorpecentes na cidade. O suspeito é Elson Santana da Silva, de apelido “Engole Pedra”. Assim, a Polícia Civil de Porto de Moz passou a investigar a informação para apurar os fatos.
No total, o levantamento feito pela equipe da Delegacia durou cerca de vinte dias. De acordo com o delegado, a equipe de investigações confirmou que Elson Santana da Silva mantinha uma “sociedade" para o comércio de entorpecentes, em Porto de Moz, com o transexual, cujo nome de nascimento é Anderson Luís Lima dos Santos. "Kawanny era responsável pela compra da droga na cidade de Belém e por efetuar o transporte da substância até este município. Elson recebia a droga e fazia a divisão e distribuição do entorpecente com auxílio de sua companheira Gleize Barbosa Torres", apurou o policial civil.
A partir das informações apuradas, a equipe da Polícia Civil passou a investigar o esquema até receber informação de que o transexual havia embarcado na balsa "Gabriela", que faz viagem de Belém para Porto de Moz. Ainda, segundo a informação, Kawanny trazia consigo uma quantidade de entorpecentes. Formada pelo investigador Joel e com apoio da guarnição da PM composta pelos cabos PM Pantoja, e soldado PM Alex Lobato e Almeida, os agentes foram até o terminal hidroviário, onde abordaram o transexual, logo após a balsa atracar no porto. Os agentes encontraram, em meio aos pertences de Kawanny, aproximadamente 200 gramas de “crack”. 
Após interrogatório, Kawanny confirmou a "sociedade" que mantinha com Elson Santana. Após o flagrante, os policiais seguiram até a casa de Elson. No entanto, ao perceber os policiais, o acusado e a esposa conseguiram fugir pelos fundos. Elson da Silva já esteve preso em janeiro deste ano, quando foi flagrado com 11 gramas de entorpecentes. Ele permaneceu recolhido na carceragem da Delegacia até ser posto em liberdade provisória por determinação da Justiça. Conforme o delegado, novas investigações estão sendo feitas na cidade para visando prender outros envolvidos no tráfico de drogas. A ação policial atendeu as orientações da Diretoria de Polícia do Interior, por meio da Superintendência Regional do Xingu, visando o combate ao tráfico de drogas.

Fonte: Policia Civil Pa

Nenhum comentário:

Postar um comentário