terça-feira, 11 de dezembro de 2012

ALTAMIRA: PRESO ESTELIONATÁRIO VIRTUAL QUE DESVIOU QUASE R$ 1 milhão EM ALTAMIRA.


A Operação denominada "Merry Christmas", da Superintendência Regional do Xingu, resultou, nesta segunda-feira, 10, na prisão em flagrante do radialista Erisvan Andrade Santos, em Altamira, região sudoeste do Pará, pelos crimes de estelionato e receptação. Ele é apontado como integrante de uma quadrilha interestadual especializada em forjar e-mails do um conhecido portal de compras online, e fraudar a ferramenta de pagamento seguro utilizado pelo site, para enganar vendedores de produtos postados no site. O golpe pode ter rendido cerca de R$ 1 milhão ao autor do crime, que é apontado como braço da quadrilha, que tem base na cidade do Rio de Janeiro. Os crimes passaram a ser investigados, após informações repassadas pela equipe da Delegacia de Repressão a Crimes Tecnológicos (DRCT), sob coordenação da delegada Beatriz Silveira.
Após um mês de investigação, foi descoberto que os envolvidos compravam produtos de vendedores idôneos no site e forjavam e-mails fazendo com que o vendedor acreditasse que a negociação havia sido concluída com êxito e que a forma de pagamento estivesse correta. "Então os produtos eram enviados para o endereço de Erisvan, mas o pagamento não era realizado", explicou o delegado Rodrigo Leão, responsável pela investigação e execução da operação. Após as investigações, a equipe da Superintendência chegou à identidade do radialista. A equipe policial, então, sob ordem do delegado, passou a monitorar as ações do suspeito, bem como a entrega dos produtos, os quais já se sabiam ser adquiridos por meio da fraude.
No momento em que Erisvan retirava da sede dos Correios de Altamira um aparelho celular de marca Apple Iphone 5 e um Notebook, marca Sony Waio, avaliados em mais de R$ 3 mil cada, foi preso em flagrante pelo delegado que estava acompanhado dos policiais civis Alessandro Diniz, Luiz Dias Lago, Geovani Ribeiro e Gessi Lameira. Em seguida, os policiais fizeram uma busca na casa do acusado, onde foram encontrados documentos que comprovaram o envolvimento dele com outros integrantes de uma quadrilha que atua em outros Estados, com golpes por meio de recibos de depósitos e transferências bancárias.
Também foram apreendidos comprovantes de envio de sedex, documentos pessoais, um teclado musical marca Yamaha no valor aproximado de R$ 5 mil. Segundo o delegado, as vítimas são os vendedores que enviaram as mercadorias e não receberam o valor do pagamento dos produtos negociados no site. "O prejuízo é estimado em aproximadamente R$ 800 mil", explica Leão. Segundo o policial civil, o volume de pedidos aumentaria por conta da época natalina que injeta mais dinheiro no comércio de compras eletrônicas. Erisvan Santos permanece recolhido na sede da Superintendência Regional do Xingu à disposição da Justiça, assim como os produtos recuperados. As investigações irão prosseguir para identificar outros envolvidos com o bando.

Por: Polícia Civil do Pará.

Nenhum comentário:

Postar um comentário