quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

TUCURUÍ; HOMEM É EXECUTADO A QUEIMA ROUPA NA PORTA DE SUA CASA



Fotos: Wellington Hugles
Por volta das 18 h desta quarta-feira (6), mais um assassinato com rigores de execução ocorreu em Tucuruí. O nacional conhecido apenas como ‘Marcelo’, 32 anos, foi executado com 4 tiros a queimar roupa na porta da residência localizada na Rua Amazonas, no bairro Pimental em Tucuruí.
Por volta das 17:50h, o operário conhecido como ‘Marcelo’, que estava trabalhando na obra da construção da Usina Hidrelétrica de Jirau em Porto Velho, estava em frente a casa de sua sogra mãe na Rua Amazonas no bairro Pimental, com sua filha de dois anos de idade no colo, quando dois homens em uma moto, aproximaram-se de ‘Marcelo’, o piloto estava de capacete e o carona estava apenas de boné, descendo da moto e sacou uma pistola e começou a realizar os disparos contra a vítima, num total de 4 tiros, sendo um na costa e três na cabeça.
Segundo informações prestadas por populares, o elemento que realizou a execução após os três primeiros disparos, levantou a cabeça da vítima e colocou a pistola no ouvido de ‘Marcelo’, realizando o último disparo, saindo caminhando calmamente de pés do local em direção a moto, fugindo em seguida.
‘Marcelo’, trabalhou por um grande período em uma funerária localizada próximo a casa onde foi morto, sendo que, após receber os tiros, os proprietários da funerária que estavam ainda no prédio, correram para socorre-lo em seu veículo de remoção, até o Pronto Socorro do Hospital Regional de Tucuruí, mas, ‘Marcelo’ chegou a óbito ainda durante a viagem.
O trabalhador da obra de Jirau chegou a Tucuruí no último sábado (2), para passar alguns dias em visita aos familiares, e, já estava com passagem marcada para seu retorno na próxima sexta-feira (8) para Porto Velho.
Até o momento do fechamento da edição não foi confirmado o nome da vítima, que sempre foi conhecido na cidade com o apelido de ‘Marcelo’, os familiares estariam se deslocando a Seccional de Tucuruí para registrar o Boletim de Ocorrência, para poder solicitar a remoção do cadáver pelo IML, que se encontra na pedra do Hospital Regional.

Por: Jornal de Tucurui

Nenhum comentário:

Postar um comentário