terça-feira, 26 de março de 2013

DETENTOS CAVAM TÚNEIS EM DUAS PENITENCIÁRIAS DO PARÁ


Dois túneis escavados por detentos foram encontrados em penitenciárias do Pará na madrugada desta segunda-feira (25). Um interno foi flagrado cavando um túnel na Penitenciária Agrícola Silvio Hall de Moura, em Santarém, oeste do Pará. Outro caso foi registrado no Centro de Recuperação Regional de Abaetetuba (CRRA), no nordeste do estado.
De acordo a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) , em Santarém, o túnel foi descoberto na por agentes carcerários, que acionaram o Grupo Tático da Polícia Militar (GTO) para que fosse realizada uma revista no bloco carcerário. Na ação, os policiais encontraram quatro celas que já teriam tido as grades serradas pelos detentos.
"Lá, encontraram um túnel de um metro e meio de profundidade, com mais de dez metros de comprimento. O túnel, provavelmente, sairia próximo ao alojamento da Polícia Militar ali localizado", informou o comandante do Grupo Tático Operacional, capitão Wilton Chaves.
De acordo com o comandante do GTO, a polícia flagrou o detento escavando o túnel. O responsável pela tentativa de fuga foi apresentado à direção da penitenciária para que sejam tomadas providências.
"Eles estavam retirando a terra do túnel e jogando para a parte externa e guardando principalmente no telhado da casa penal", destacou Chaves. Por conta da intervenção da PM, nenhum preso conseguiu fugir.
Abaetetuba
Em Abaetetuba, sete detentos do CRRA também tentaram fugir através de um túnel. Eles utilizaram barras de ferro retiradas das grades das celas para quebrar o piso.
Segundo a Susipe, os agentes penitenciários também perceberam a movimentação. Dos sete internos, três foram impedidos de fugir pelos policiais que ficam nas guaritas do presídio e são responsáveis pelo monitoramento e vigilância do local.
Quatro detentos conseguiram pular o muro da penitenciária utilizando uma corda feita com lençóis. Ainda há pouco, policiais do Grupo Tático da PM recapturaram três foragidos. As buscas pelo quatro fugitivo, de 25 anos, preso por latrocínio (roubo seguido de morte), continuam. Segundo a Susipe, a população pode ajudar a Polícia através do Disque-Denúncia (181). Todas as informações são mantidas sob sigilo.
Por: WD Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário