segunda-feira, 29 de abril de 2013

BRASIL NOVO: DETENTOS PARTICIPAM DE PROJETO CONQUISTANDO A LIBERDADE



 BRASIL NOVO - Uma vida digna e uma sociedade livre é onde todos os cidadãos tem seus direitos respeitados, a liberdade é um dos maiores legados de um ser humano, e em busca dessa conquista que dezenas de detentos do centro de recuperação de Altamira estão empenhados no projeto da SUSIPE que visa principalmente a inclusão social.
“Esse trabalho hoje foi muito bonito, os detentos tiveram conversa franca com os alunos, fizeram vários serviços sociais e aproveitaram também para se divertir, fazer amizades e ressocializar, isso é o projeto, conquistando a liberdade” Disse Cap. Wendel Gomes, diretor da SUSIPE em Altamira.
O evento foi para alunos de escola pública de Brasil Novo a 44 km de Altamira, durante toda está quinta-feira, no centro da cidade, em que eles assistiram as palestras na quadra desportiva, um momento delicado e ao mesmo tempo importante para a formação desses jovens, uma vez que a experiência negativa vivida por muitos presidiários são nesse momento ensinamentos de como não se deve agir na sociedade, o nome dado a essa troca de informações é papo de rocha.
“Eu falo diretamente pra eles, por que eu já passou pelas masmorras da vida, sei o quanto é ruim, e se depender da gente, do nosso testemunho, esses alunos não vão entrar nos crimes” Disse Fábio Augusto, interno do CRA.
Durante todo o dia, a escola Brasil Novo passou por serviços sociais prestados pelos detentos, novas pinturas, pátio completamente limpo, ambiente renovado, e alunos de cabelo cortado, e fizeram filas para ficar na moda. A prefeita da cidade aprovou a iniciativa da SUSIPE e ficou feliz por estar presente nesse momento tão importante para esses detentos, de poder iniciar uma nova vida social.
Prefeita Marina Sperotto
“Esse projeto belíssimo é importante pra nossa cidade, pois alerta nossos jovens para não entrar nesse mundo errado, é melhor prevenir do que remediar” ExplicaMarina Sperotto, prefeita de Brasil Novo.
Um dia de liberdade, um dia de socialização, e assim, dia após dia, cerca de 60 detentos estão envolvidos em inúmeros trabalhos sociais, uma expressão bonita da dignidade humana de reconhecer o erro e fazer as pazes com a sociedade e consigo. O certificado entre as autoridades é o mesmo entregue aos detentos, um símbolo de igualdade, símbolo maior ainda, de respeito ao ser humano, que já senti na pele os rigores da lei, e sabe como ninguém o valor de pelo menos um dia de liberdade.

Por: Felype Adms.
Imagens: Léo Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário