terça-feira, 2 de abril de 2013

BRASIL NOVO: TRADICIONAL MASSACRE DO JUDAS REUNIU CENTENAS DE PESSOAS NO BAIRRO CIDADE ALTA


O tradicional massacre do Judas, que acontece anualmente no Bairro Cidade Alta no município de Brasil Novo, oeste do Pará, reuniu centenas de pessoas para acompanhar a brincadeira em sua 27ª edição. O massacre do Judas, uma tradição antiga e que foi trazida para a comunidade por uma família de nordestinos, já é parte do calendário cultural do Bairro desde o ano de 1984.
Tudo começou na quinta-feira, quando um grupo de jovens mascarados, denominados de “CARETAS”, saíram às ruas da Cidade em busca de donativos para o sítio do Judas. Foram três dias de arrecadação envolvendo cerca de 50 jovens da comunidade, que visitaram várias residências e o centro comercial fazendo arrecadações de donativos para serem saqueados.
Para muitos, a brincadeira é uma apologia à violência, mas para os populares essa é uma das maiores expressões cultural da comunidade – “Essa brincadeira é realmente violenta, mas é tudo bem organizado. Quem entra sabe o risco que corre. Uma das nossas preocupações é de orientar aos caretas para não atingir a cabeça e principalmente o rosto dos participantes por que sem eles essa cultura não estaria viva. Tem alguns deles aí que participam há mais de dez anos” – comentou Rafael Sales, um dos organizadores do evento.

No sábado à tarde, um boneco confeccionado por moradores do bairro e simbolizando Judas, foi pendurado a um tronco de 15,00 m de altura e no domingo todos os donativos são colocados ao redor do tronco em um circo todo ornamentado e vigiado pelos caretas, para que as pessoas entrem e saqueiem o sítio. Para isso deve se preparar para levar muitas chicotadas ou correr bastante para não ser alcançado pelos guardas.
O Secretário Municipal de Esporte e Cultura, Alessandro Novaes, acompanhou o  evento e disse que manifestações como esta deve ser respeitada e cultuada por todos – “Uma manifestação como esta deve ser vista por todos nós como uma prioridade e todos devem respeitar. Os moradores da Cidade Alta estão de parabéns por mais uma vez conseguirem levar sua manifestação cultural para uma multidão como esta. A cidade Alta tem sido um celeiro cultural e infelizmente não tem sido valorizada como deve” – afirmou o secretário.
As polícias Civil e Militar foram solicitadas para darem suporte de segurança para os populares envolvidos direta e indiretamente no evento, pedido que foi acatado pelas duas instituições de segurança pública.
O evento foi finalizado com a subida no pau-de-cebo o que só foi conseguido depois de muitas tentativas.
Veja mais fotos:





Por: Valdemídio Silva
Fotos: Valdemídio Silva e Rosiane Neres 

Nenhum comentário:

Postar um comentário