quinta-feira, 5 de setembro de 2013

MEDICILÂNDIA: TRÊS SÃO PRESOS APÓS ESPANCAREM E ROUBAREM MOTO E DINHEIRO DE EMPRESÁRIO E ESPOSA EM URUARÁ.

Três são presos em Medicilândia após espancarem e roubarem moto e dinheiro de empresário e esposa em Uruará

enviado por Joabe Reis do Sistema Regional de Comunicação em 05/09/2013 10:01
Três são presos em Medicilândia após espancarem e roubarem moto e dinheiro de empresário e esposa em Uruará
A polícia militar do município de Medicilândia sob o comando do sargento PM Nadler prendeu na madrugada desta quinta-feira, 05, três bandidos que haviam assaltado e espancado um empresário e sua esposa na cidade de Uruará por volta das 23 horas desta quarta-feira. Os criminosos levaram uma moto, dois celulares, uma lanterna e R$ 300,00 reais em dinheiro do casal. O crime aconteceu num hotel da cidade, como contou o empresário que viveu 30 minutos de terror. “Era mais ou menos onze da noite quando os três chegaram e me levaram para o quarto mais minha mulher e começaram a bater na gente pedindo dinheiro, pegaram o dinheiro que tinha e continuaram batendo com uma faca, passaram uma meia hora batendo em nós dentro do quarto, passaram a mão nas partes íntimas da minha mulher, até que largaram nós e pegaram minha moto, uma bros 150 e foram embora. Um estava hospedado há dois dias no hotel e os outros dois eu nunca tinha visto”, disse a vítima que não quis se identificar.
 Equipe de policiais que fizeram a prisão dos elementos
Após ser informada do fato ocorrido a polícia civil de Uruará, através do escrivão Marcelo, comunicou o crime as polícias dos municípios vizinhos e por volta das 2:00 horas a GU de Medicilândia, composta pelos policiais militares, Sargento PM Benedito e Soldados PM Junior e PM Admardo efetuou a prisão dos elementos, Rafael Pereira da Silva, vulgo Rafinha, Francivaldo Cunha de Oliveira, vulgo Bite e Marcio Dias de Oliveira, vulgo Bosta Rica. O DPM de Medicilândia está sempre atento e vigilante em prol da sociedade.
 A moto furtada e recuperada
Os três devem chegar na delegacia de polícia de Uruará no começo da tarde desta quinta-feira, eles serão autuados em flagrante por roubo qualificado, estupro, lesão corporal grave e cárcere privado, cujas penas somadas pode passar dos trinta anos.
Enviado por Joabe Reis do Sistema Regional de Comunicação Uruará - Pa

Nenhum comentário:

Postar um comentário