terça-feira, 3 de setembro de 2013

RURÓPOLIS: POLÍCIA CIVIL AUTUA ACUSADO DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTRA A PRÓPRIA MÃE

Polícia Civil autua acusado de violência doméstica contra mãe em RurópolisPreso e faca apreendida

Preso e faca apreendida
A Polícia Civil autuou em flagrante, por violência doméstica, Advaldo Azevedo Lima dos Santos, 31 anos, que, na tarde de ontem, 2, foi preso por uma guarnição de policiais militares após ameaçar de morte a própria mãe de 59 anos e dois sobrinhos de 7 e 10 anos de idade, em Rurópolis, oeste paraense. O acusado estava armado com uma faca e usou o objeto durante as ameaças. Ajudante de pedreiro, o acusado foi conduzido até a presença do delegado Ariosnaldo da Silva Vital Filho, responsável pelo procedimento policial. 


Segundo o delegado, o acusado apresentava sinais visíveis de embriaguez e que somente foi possível proceder o interrogatório dele no final da manhã de ontem. Ele foi detido na noite de domingo passado. Durante a audiência, Advaldo confessou que estava ingerindo bebida alcoólica desde o sábado passado. Já no domingo, por volta das 18 horas, ele foi até sua residência, já bastante alcoolizado, e afirma que, a partir de então, não se lembra de mais nada do que ocorreu nem sabe os motivos de sua atitude em querer agredir a mãe e os sobrinhos.
Ele alega que somente lembra que estava bebendo Wiskey no balneário da Cachoeira juntamente com amigos. Ariosnaldo da Silva Vital Filho informou que foi lavrado flagrante com base na lei nº 11.340/2006, conhecida como Lei Maria da Penha. Os autos do inquérito policial e as medidas protetivas solicitadas pela vítima já foram protocoladas no fórum de Rurópolis para apreciação e julgamento do Poder Judiciário. O acusado permanece preso.
Fonte: PC/PA

Nenhum comentário:

Postar um comentário