quinta-feira, 21 de novembro de 2013

BRASIL NOVO: ÚNICO HOSPITAL DE BRASIL NOVO FECHA AS PORTAS



Único hospital de Brasil Novo fecha as portasA decisão de fechar as portas da unidade hospitalar, tomada nesta terça-feira (20), que funcionava através de contratos com a prefeitura de Brasil Novo, foi tomada pelo sócio diretor, o médico Armando Aragão, segundo ele os repasses para a direção do hospital estão a quem, do atendimento prestado aos moradores, para Armando, é melhor fechar as portas e buscar reuniões com o governo do município.
“Nos somos uma empresa também, precisamos gerar lucros, pagar a folha de servidores e ampliar nossos atendimentos, e no momento estamos com sérios problemas para honrar esses compromissos, uma vez que se quer estamos conseguindo manter o hospital” Disse Armando Aragão.
O caso causou revolta na cidade, moradores reclamam da decisão e pediram a reabertura imediata do hospital Natália Arraes.
“Nos precisamos demais desse hospital, sem ele aqui é mesmo que mandar matar os doentes, pois é o único que socorre a gente na cidade” Diz seu Raimundo Soares, usuário do SUS.
O governo do município ainda não se posicionou sobre o caso, o Hospital Natália Arraes é particular e sempre atendeu os brasilnovenses, mas nos últimos dias os pagamentos pelos atendimentos não estaria no valor de mercado, o que não sustenta os gastos do hospital nem as internações feitas em casos de emergência.

Os vereadores já começaram a se movimentar sobre o assunto, na sessão ordinária desta quinta-feira (22) o tema deve ser levantado pelos parlamentares, a cidade inteira ficou a mercê da sorte, o governo de Marina Sperotto por enfrentar suas primeiras manifestações no pequeno município da BR 230, a oposição já prometeu retaliações a base aliada nem sabe como agir nesse caso e a população fica n fogo cruzado.
Único hospital de Brasil Novo fecha as portas
Quem precisa de atendimento especializado vai precisar buscar atendimento em Altamira, casos de urgência ainda podem ser atendidos em Brasil Novo no Hospital Natália Arraes, no entanto o prosseguimento do tratamento deverá ser feito em Altamira, onde a superlotação já é um problema.
A direção do Hospital disse que a suspensão dos serviços é temporário e serve de aviso, no entanto ainda não informou quando os atendimentos serão retomados.

Por: Felype Adms.

5 comentários:

  1. eu sabia que a MARINA não dava conta do recado..

    ResponderExcluir
  2. Olá Junior bom dia,
    Ao Felipe Adms relator da matéria:
    Parabéns pela matéria, porém descordo com você quando se refere a base aliada do governo. Falo pela minha mãe Fátima Rocha, vereadora do município e eleita pela coligação do governo Marina. Ela é uma vereadora da base que vem há algum tempo debatendo este tema nas tribunas da Casa de Leis de Brasil Novo. Como moradora do município se preocupa com o bem estar da população e preza pela garantia dos direitos básicos da cidadania. Nunca apoiará casos como este.
    Só uma dica, como atuante também na área da comunicação e conhecedora do seu maravilhoso trabalho,ouça os sujeitos envolvidos primeiramente.

    ResponderExcluir
  3. Lendo agora essa matéria de novembro do ano passado,vejo que nada realmente foi feito por parte do governo .Resultado: Drª. Valdirene Arraes foi demitida e o Hospital depois de quase 2 décadas prestando serviços à população será realmente fechado até o final desse mês.
    E ai eu pergunto.O que será que se passa pela cabeça desse povo que tá aí no poder sem nenhum preparo?Onde as famílias carentes de Brasil Novo serão atendidas no momento de Urgência e Emergência?Brasil Novo não é diferente do resto do Brasil que ao invés de progredir volta no tempo.Ou será que eles....o povo do governo....esqueceram do tempo em que para realizar qualquer atendimento hospitalar tinham que se deslocar pra Altamira?
    Mas quero ver como vai ficar,pois aqui...Altamira..já não tem atendimento nem pros que estão aqui,imagina pra quem vem daí!!!!
    Eita seres ignóbeis que ilariam da prosopopeia da população...carente é claro.

    ResponderExcluir