segunda-feira, 25 de novembro de 2013

RURÓPOLIS: POLÍCIA MILITAR E CIVIL DÃO RESPOSTA RÁPIDA NO HOMICÍDIO DA LADEIRA DO MOSQUITO



A Policia Militar foi informada pelo hospital municipal, no dia 18 do corrente mês e ano, por volta das 20:50 hs, da existência de um corpo de um homem que encontrava-se jogado as margens da Rodovia Transamazônica, cerca de um quilometro antes da ladeira do mosquito, sentido Rurópolis-Placas. De imediato foram ao local uma equipe de policiais militares composta pelo Subtenente Queiroz, sargento Vidal, soldados Elton e Vander, juntamente com a ambulância municipal de Rurópolis, composta pelo senhor Manoel, Elenildo e Jackeline. Sendo que ali foi constatado que havia ocorrido um crime de homicídio, provavelmente por volta das 19:30 hs, tendo em vista que a vítima tinha golpes profundos de arma branca em várias partes do corpo, como na cabeça, pescoço, costas e braços, demonstrando que ainda tentou se defender dos golpes. A mencionada vítima, aparentando cerca de 45 anos de idade, estava portando na cintura um pequeno canivete guardado em uma bainha, por baixo de sua camisa, pelo que tudo indica não teve nem tempo de usar em sua defesa. Logo em seguida a PM comunicou o fato à polícia civil de Rurópolis.

No mesmo dia, foi localizada pelos policiais militares acima mencionados, juntamente com o investigador Hércules, a casa de um dos envolvidos no crime, que foi identificado como JÚNIOR ALVES DA SILVA, altamirense, nascido em 02/06/1985, 28 anos de idade, residente na Rua Gardênia, sem numero, Bairro da Invasão do Bom jardim; contudo o mesmo havia fugido, segundo informações chegadas à polícia militar, para um lote na Vicinal dos Baianos que dá acesso também à Vicinal da Cachoeira, em sua moto Brós de cor branca. Já na manhã do dia seguinte, foi preso pelos policiais, Subtenente PM Queiroz e Investigador Hércules, o indivíduo de nome ALCINDO OTOWICZ DOS SANTOS, vulgo “PIÁ” com 22 anos de idade, nascido em 22/04/1991, residente à Rua Borges Silva, sem número, Bairro Leitoso, onde nesse mesmo local o mesmo foi preso e foi confesso em afirmar que participou do crime, pois a arma era sua, a qual foi aprendida em sua residência, e que também antes de fazer uma corrida com a vítima avisou JÚNIOR, o qual seguiu os mesmos em sua moto Bros branca, abordando e cometendo o crime, desferindo os golpes fatais na vítima em um local bem próximo a ladeira do mosquito.
No mesmo dia da prisão de “PIÁ”, a Polícia Militar montou uma equipe composta pelo SUBTENENTE
PM QUEIROZ, SD PM SOUSA e ALCKCHARLES e seguiram juntamente com o Investigador Hércules em incansáveis diligências a Vicinal dos Baianos e da Cachoeira, cerca de 40 km desta cidade, onde JÚNIOR ALVES DA SILVA, novamente conseguiu fugir ao cerco policial, embrenhando-se nas matas, sendo sua moto Bros branca, usada no crime, apreendida.
As perseguições policiais foram insistentes e incansáveis, e o mesmo foi preso em uma residência no Bairro da Invasão por uma equipe de policiais militares composta pelo SUBTENENTE PM QUEIROZ, SGT PM SIQUEIRA E SD PM SOUSA, os quais conduziram o criminoso confesso à DEPOL local para os procedimentos legais. JÚNIOR afirmou aos policiais militares que matou a vítima, a qual foi sepultada como indigente, por que a mesma teria lhe ameaçado em um bar no Bairro Leitoso e não sabia se o mesmo iria voltar pra lhe fazer algo, então, com o facão de “PIÁ” resolveu seguir em sua moto “PIÁ” e seu desafeto, onde veio a ceifar a vida da vítima próximo a ladeira do mosquito. “PIÁ” e JÚNIOR já se encontram atrás das grades à disposição da Justiça.
Informações e fotografias: Policia Militar
Fonte: Altamirahoje.net

Nenhum comentário:

Postar um comentário