terça-feira, 12 de novembro de 2013

URUARÁ: POLÍCIA CIVIL PRENDE ACUSADO DE TENTAR MATAR EMPRESÁRIO

Polícia civil de Uruará prende acusado de tentar matar empresário uruaraense

enviado por Joabe Reis do Sistema Regional de Comunicação em 12/11/2013 12:51
Polícia civil de Uruará prende acusado de tentar matar empresário uruaraense
Após identificar o acusado de tentar assassinar um empresário do ramo cerâmico em Uruará o delegado Godofredo Borges responsável pela delegacia de polícia civil do município requereu um mandado de prisão preventiva ao Juiz titular da Comarca de Uruará, Vinícius de Amorim Pedrassoli, e nesta terça-feira, 12, o juiz deferiu a prisão preventiva do acusado e por volta das 11 horas da manhã os policiais civis, investigador Eladio e investigador Tadeu efetuaram a prisão cumprindo o mandado de prisão preventiva.
O acusado, Eleilson Gomes da Silva, 24, natural de Zé Doca, município do Oeste Maranhense, e que estava há quatro anos no município de Uruará e trabalhava como tratorista, foi autuado por tentativa de homicídio e está recolhido numa das celas da delegacia de polícia civil de Uruará a disposição da justiça.
O delegado Godofredo Borges contou como a polícia chegou até ao acusado. “A partir da ocorrência registrada, com as características e informações preciosas que o empresário nos deu, nós acionamos os investigadores da delegacia para entrar em campo, felizmente no dia de hoje, depois de termos identificado a pessoa atendendo o requerimento nosso o juiz deferiu a prisão preventiva do elemento Eleilson Gomes da Silva, que no meio da cidade ele é conhecido por Dom Eliseu, ele confessa, a única diferença em relação ao fato dele confessar é que ele diz que realmente entrou na cerâmica como era dia de pagamento, mas que ali ele estava para assaltar o empresário, a informação dele diverge um pouquinho da prestada pela vítima e da sua empregada porque da forma como ele abordou não demonstrou querer assaltar, daí a preocupação nossa em diligenciar e tentar extrair dele se há alguém por trás disso porque é uma preocupação também da vítima, mas o inquérito está instaurado, a prisão preventiva foi decretada e a gente ainda está investigando algumas situações para que a gente possa concluir de forma exitosa o inquérito policial. Dom Eliseu sempre foi procurado por policiais dessa delegacia por envolvimento inclusive com o tráfico, mas ainda não havíamos conseguido identificá-lo, agora ele vai responder por tentativa de homicídio e o processo já foi encaminhado a justiça que já é sabedora de sua prisão”, esclareceu o delegado.
O caso - Por volta das 14 horas da segunda-feira, 04 de novembro, um elemento entrou no escritório da empresa de Cerâmica do Bairro Vila Brasil, na região norte da cidade de Uruará, e procurou por um dos donos da Cerâmica. Quando o empresário se identificou o elemento, de identidade ignorada, teria dito os textuais: “Se prepara para morrer”, levando a mão até a cintura. O empresário num gesto rápido se atracou com o elemento numa luta corporal, o elemento ainda efetuou dois disparos contra o empresário que conseguiu se proteger e não foi atingido. Após efetuar os disparos o elemento fugiu do local em uma moto broz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário