quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

ALTAMIRA: FALSO DISCURSO DA BURGUESIA


Por Vitoriano Bill
Quando a correlação de forças entre a classe trabalhadora e a classe dominante se acirra, aparecem dois discursos falsos por parte da burguesia: o da paz e o da ordem.
A Paz defendida pela burguesia, é uma paz que mata de fome, desnutrição, falta de segurança pública, falta de leitos nos hospitais, e outras mazelas sociais.
A Ordem propagada e defendida com tanta badalação pela burguesia, é uma Ordem que é preconceituosa, racista, machista, homofóbica, que saqueia os cofres públicos, leis que reprime o povo, criminaliza quem ousa contestar esse modelo social vigente.
Nisso vêm acusar quem rejeita essa paz e essa ordem, de baderneiros, desinformados, analfabetos, selvagens, vândalos.  . Esse discurso é o máximo que eles conseguem fazer, pois não há outro caminho no debate. Afinal, vão justificar o injustificável?
Essa burguesia e seus empregados com mentalidade de opressor, até agora não conseguiram provar que o projeto de lei que altera o Código Tributário não trás desvantagem pra população. Nós, insistimos que o debate deve ser massificado, em vez disso, fizeram duas reuniões na Câmara durante o dia, quando as pessoas estão trabalhando e impedidas de participar. Esse código deve ser construído com o conjunto da população de Altamira, e não feita no gabinete e empurrado goela abaixo no povo.
A população têm duas formas de lutar: a judicial e a pressão popular.
Sabemos o quanto essa justiça burguesa é “justa”. As leis num Estado burguês nada mais são do que uma ferramenta da classe dominante pra legalizar os crimes cometidos pelos que estão no poder. Mas mesmo assim, não abandonamos essa via. Fazemos a luta judicial sim, ao contrário do que nos acusam, mesmo sabendo pra onde tenderá o resultado.
Mas, o que causa medo mesmo, é o povo organizado, dizendo o que está errado, dizendo o que deseja. Isso se chama PRESSÃO POPULAR. Isso, essa elite truculenta, não admite, são como os donos da Casa Grande na época da escravidão, desejam ser inconteste.
A Paz e a Ordem que queremos, está longe do que é oferecido por eles.
Queremos Direitos, não migalhas. Chega da política do pão e circo, chega de assistencialismo. Chega desse discurso ultrapassado que somos baderneiros, já não convence mais ninguém, acho que nem a quem o faz.
Crime quem comete, são vocês que estão no governo e negam nossos direitos, e querem nos calar.  Quem nos criminaliza, deveriam olhar a seu redor e ver a realidade nos qual somos obrigados a viver. Um caos instalado dentro dessa ordem que vocês tanto defendem.

Justifiquem por A mais B a reestruturação desse Código tributário, e nos mostrem pra onde vai todo o recurso arrecadado pela prefeitura. Coloquem o custo de cada obra nas placas. E nos tratem com respeito, e não duvidem a recíproca será verdadeira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário