segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

BRASIL NOVO: DEPOIS DE MAIS DE SEIS MESES DE INVESTIGAÇÃO POLÍCIA PRENDE ACUSADO DE HOMICÍDIO


A parceria entre as Polícias Civil e Militar culminou na prisão de Raimundo Nonato de Sousa Neto acusado de participação na morte do Sr. Manuel Messias Teixeira, ocorrido no primeiro semestre de 2013 na vicinal 17. Manuel Messias foi morto a pauladas e golpes de facão e teria sido motivado por bebida alcoólica. As informações apontam que os agressores bebiam na casa do vitimado quando se desencadeou um desentendimento e os elementos ceifaram a vida do trabalhador rural.Raimundo Nonato, nega a participação no crime – “O cara matou o outro lá, aí ele passou no barroco onde estava eu e outro parceiro e dizendo que tinha matado o cara. Aí eu fui à fazenda, La na sede com o dono e avisei tudinho o que tinha acontecido, o dono veio lá e confirmou aí foi e mandou nós sair que não era pra nós testemunhar nada.” – Se defende o acusadoSegundo Informações da Policia Civil de Brasil Novo, o crime teria sido cometido por quatro elementos, entre eles Raimundo Nonato que é o terceiro a ser preso pelo ocorrido e o quarto elemento, por apelido de “PIAUÍ”, continua foragido – “Logo de imediato, quando aconteceu o crime, conseguimos efetuar a prisão de dois dos acusados, O Bigode e seu sobrinho Antônio e fizemos um flagrante dele por porte ilegal de arma. O Raimundo Nonato mais o Piauí fugiram para o Assuruni. Só que tinha informação de que o Nonato já estava começando a vir para a Agrovila da 17 no final de semana e quando foi hoje, o pessoal da Polícia Militar efetuou, dentro da Cidade, a prisão de Raimundo Nonato. Agente sabia que ele acabaria vindo para a Cidade e a Polícia Militar teve êxito efetuando a prisão e o apresentando na delegacia e agora vamos encaminhá-lo a CRA em Altamira.” – Informou o Investigador Édson, da Polícia Civil.Segundo informações da Polícia Civil, contra Raimundo Nonato, além da acusação pelo homicídio, ainda pesam os crimes de ameaça contra a ex-companheira e um antecedente de homicídio ocorrido na Comunidade Malvinas também no município de Brasil Novo.
Por: Valdemídio Silva
Foto e Informação: Isaías Braga

Um comentário: