terça-feira, 10 de dezembro de 2013

BRASIL NOVO: POLÍCIA CIVIL PRENDEU EM FLAGRANTE HOMEM QUE MATOU AGRICULTOR COM TIRO DE ESPINGARDA

O acusado de cometer o crime, disse que matou o rapaz sem saber em que estava atirando e que está arrependido porque conhecia a vítima.
O crime aconteceu na madrugada do sábado para domingo na vicinal 17, Zona Rural de Brasil Novo, há pelo menos 72 km da sede do município.  Segundo denúncias à Polícia Militar, o agricultor Sr. João Luiz Ferreira, conhecido por “Zé Luiz” matou com um tiro de espingarda outro homem, cuja identidade ainda é desconhecida devido não portar documentos sendo apenas conhecido como “Galego”.João Luiz Ferreira disse que atirou em galego sem saber em quem estava atirando e que se arrepende de ter cometido o crime – “Quando acordei tava um cara dentro de casa bagunçando as coisas, aí tinha passado um pessoal para pescar na beira do rio e deixaram uma espingarda lá. Tava até encima do freezer. Eu levantei doido da cabeça com zoada dentro de casa, no escuro aí disparei a arma. E aí rapas eu fiquei perdido... Fiquei doidinho da cabeça e sem destino. To arrependido porque um cara leva a vida que eu levava lá... tranqüila! Ele era um cara trabalhador, direito... to muito arrependido” – disse o acusado que disse ter jogado a arma do crime no mato.De acordo com o Cabo Fawilly, da Polícia Militar, a crime foi causado devido o excesso de bebida alcoólica – “Fomos remover o corpo junto com o IML e fazer diligências no local lá para ver se encontrava o homicida juntamente com a Polícia Civil. Mais um crime banal tirando a vida de uma pessoa NE, provavelmente por causa de bebida alcoólica e não têm justificativas.” – comentou o Cabo Fawilly da Polícia Militar.João Luiz foi preso na tarde de ontem depois que a polícia recebeu a denúncia de que ele estaria vindo em uma moto em direção ao centro urbano – “Ao chegarmos da diligência na vicinal, por volta das cinco e meia da tarde, recebemos a denúncia de que o homicida estava vindo fugindo em uma moto e saímos mais uma vez em diligência e efetuamos a prisão do mesmo e apresentamos à Depol.” – Informou o investigador Édson da Polícia Civil de Brasil Novo.
Por: Valdemídio SilvaInformações: Isaías BragaFotos: Isaías Braga e PM/BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário