quarta-feira, 16 de abril de 2014

TERRA INDÍGENA CACHOEIRA SECA RECEBE AÇÃO DO IBAMA CONTRA O DESMATAMENTO ILEGAL


Denúncias da Funai e da comunidade indígena Arara sobre a exploração ilegal de madeira na Terra Indígena Cachoeira Seca, nos municípios de Uruará e Placas, no Pará, levou o Ibama a realizar uma operação de fiscalização que resultou em multas no valor de R$ 7,5 milhões e 700 hectares de área embargada no interior da terra indígena.Foram apreendidos três tratores, um caminhão adaptado para carregar toras, uma serraria portátil, quatro motosserras, três espingardas e 57 metros cúbicos de madeira em tora. A ação aconteceu entre os dias 05 e 10 de abril com o apoio de servidores da Funai e de agentes da Polícia Federal.Ainda foram destruidas duas serrarias portáteis e um trator encontrados abandonados no interior da terra indígena juntamente com madeira extraída da área. O maquinário foi destruído com o objetivo de cessar o dano ambiental que os equipamentos continuariam causando na área.

Fonte: Sistema regional deComunicação Com informações Ascom/Ibama

Nenhum comentário:

Postar um comentário