segunda-feira, 19 de maio de 2014

URUARÁ: TRÊS SÃO PRESOS EM FLAGRANTE DEPOIS DE MATAREM VÍTIMA DURANTE ASSALTO

Uruará: Três são presos em flagrante depois de matarem vítima durante assalto
A polícia militar apresentou na delegacia de polícia civil de Uruará três elementos que foram presos em flagrante depois de esfaquearem um indivíduo na Rua Benjamin Constant próximo a escola Objetivo. O crime aconteceu por volta de 1 hora da madrugada deste sábado, 17. De acordo com os policiais que efetuaram a prisão, os três elementos suspeitos de cometerem o crime, Edilson Sousa da Silva, o Bola, 24 anos, Geni Sousa Batista, 22 anos, e José Tembé de Abreu, 20 anos, haviam saído de uma casa de festa juntos e depois encontraram a vítima na Rua Benjamim Constant e em seguida um deles esfaqueou por 10 vezes o indivíduo identificado pelo nome Sidnei da Silva Cruz, 22 anos, de apelido de Beiçola.
A prisão dos três acusados foi efetuada pelo sargento PM Ivaldo, cabo PM Rui, soldado PM Wagner, soldado PM Salmo e o investidor de polícia civil Sílvio Alex, a equipe de policiais que fazia ronda no centro da cidade chegou ao local no instante em que os três elementos fugiam, eles foram pegos já na Avenida Goiás e estavam com um celular e a camisa da vítima. Um dos elementos chegou a jogar no canteiro a faca utilizada para cometer o homicídio quando os policiais se aproximaram, mas os três acabaram presos, a faca também foi apreendida e apresentada na delegacia.
 
 Foto: Polícia Civil
Ainda de acordo com os policiais um dos acusados é um indígena da etnia Tembé do município de Uruará e os outros dois acusados seriam da cidade de Santarém, o índio é filho do nacional, Osvaldo de Abreu Gonçalves, Botelho que foi preso pela polícia civil de Uruará por ter assassinado um índio Tembé no município de Tomé Açu. Mataram o jovem para roubar um celular.
Na delegacia o índio, José, e o outro acusado, Edilson, confessaram ao investigador Sílvio Alex que esfaquearam a vítima.
Os três acusados foram autuados em flagrante delito por latrocínio.
O delegado Godofredo Borges ouvirá os três acusados ainda neste sábado.
Fonte: http://www.regionalfmuruara.com.br/
Por: Sistema Regional de Comunicação

Nenhum comentário:

Postar um comentário