segunda-feira, 30 de junho de 2014

ACERTO DE CONTAS: JOVEM É MORTO ENQUANTO DORMIA


Maike, Cleones e Fábio
Na madrugada deste sábado, 28 de junho de 2014, o jovem, Rafael Leite de Lima, 20 anos, foi assassinado enquanto dormia na residência onde morava com o irmão na cidade de Uruará. O homicídio teria sido um acerto de contas. O autor do assassinato, Cleone Cruz da Silva, 18 anos, foi preso pouco tempo depois de cometer o crime e foi apresentado na delegacia de polícia civil onde ele confessou o assassinato e disse que matou porque Rafael o estava ameaçando de morte. “Ele estava me ameaçando de morte, eu peguei e fiz insto”. Também foram presos com o assassino o nacional de prenome Maike, 21, que disse estar dormindo no momento do ocorrido e o nacional, Fábio Lima Rodrigues, 18, a quem pertencia a arma utilizada no crime. A arma utilizada no crime, uma espingarda de cano curto feita artesanalmente, também foi apreendida.
A prisão dos três foi efetuada pelo IPC Eládio e pelos policiais militares, soldado PM Mendes, soldado PM Miller, com o apoio do soldado PM Tiago, soldado PM Alcantara, sob o comando do major Márcio Abud.
Rafael Leite de Lima
A vítima, Rafael Leite de Lima, é filho de Valdenice da Conceição Leite e Alberto Luiz Silva de Lima que moram em Recife, Pernambuco. Rafael havia sido preso pela polícia no dia 5 de junho acusado de furtos a residências e comércios em Uruará. Ele já tinha várias passagens pela polícia de Medicilândia e saiu do presídio em Altamira no dia 30 de janeiro de 2014 e respondia pelos crimes de furtos na cidade de Uruará, pelos quais era acusado, em liberdade.
Os três presos foram apresentados na delegacia de polícia civil do município para serem submetidos aos procedimentos cabíveis. Após serem ouvidos e serem ouvidas testemunhas constatou-se que Maike não participou do crime, sendo o mesmo liberado em seguida. Já Cleone Cruz da Silva e Fábio Lima Rodrigues foram autuados em flagrante por homicídio e estão a disposição da justiça.


Por: Joabe ReisFonte: Sistema Regional de Comunicação

Nenhum comentário:

Postar um comentário