quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

JUIZ PEDRASSOL DE URUARÁ FAZ VISITAS DE ROTINA NA DELEGACIA DA CIDADE


Presos conversam com Juiz Pedrassoli durante visita a carceragem da Delegacia de Polícia Civil em Uruará
Nesta quinta-feira, 15, o juiz titular da Comarca de Uruará, Vinícius de Amorim Pedrassoli, esteve visitando na delegacia de polícia civil a carceragem onde se encontram diversos presos recolhidos. O juiz conversou com presos e constatou as condições dos mesmos dentro das celas. Para a nossa reportagem o juiz disse que esta é uma ação realizada pelo judiciário todos os meses quando é constatada a realidade da situação carcerária na delegacia. “Uma das funções do poder judiciário, como somos responsáveis pela justiça na cidade, é está fazendo uma visita mensal na delegacia acompanhando os trabalhos do delegado ouvindo as condições dos presos e vê se eles estão dentro do que rege os direitos humanos, também a gente vem pra dar uma justificativa aos presos sobre como estão os processos judiciais deles. A nossa intenção sempre é promover a justiça, usar o rigor da lei, mas trabalhando sem perder a humanidade, sem perder o respeito ao próximo mesmo que seja um réu no processo. Pra 2015 temos uma pauta cheia de audiências até o mês de julho, vamos fazer um mutirão em data a ser agendada com participação maior dos advogados pra que a gente consiga ter mais efetividade. Também já temos a nossa agenda de júri, já tem júri marcado pra março quando faremos uma semana de julgamentos no tribunal do júri da comarca”, destacou o magistrado.

Esteve acompanhando a visitação do judiciário o major PM Márcio Abud, comandante da 13ª Companhia Independente de Polícia Militar de Uruará, que também falou com a reportagem e destacou a necessidade que o município tem em dispor de um batalhão de polícia. “Uruará já precisa de um batalhão de polícia, pois aqui ainda é uma companhia, então está crescendo muito o número de ocorrências, mesmo com a polícia na rua houve assaltos nas últimas semanas. A carceragem está lotada e já foram dezenas de presos transferidos para o presídio de Altamira nos últimos dois meses, então Uruará está crescendo, está chegando várias pessoas, está chegando progresso, mas também está chegando a vagabundagem. Como nós não temos prédio próprio da PM, sendo o espaço que utilizamos da Câmara Municipal, já estou em busca de mais policiais para a 13ª Companhia e aqui precisa de um batalhão e de mais 5 viaturas para estar nas ruas 24 horas, porque está chegando o progresso mas está chegando a bandidagem também”, disse o major. 
O juiz Pedrassoli foi recebido pelo delegado Walison Damasceno que ressaltou a importância do acompanhamento realizado pelo judiciário e diz que são 13 presos atualmente na carceragem. “Atualmente nós temos 13 presos recolhidos nas três celas da delegacia, contando com presos da cidade de Placas e a gente gosta muito dessas visitas tanto do judiciário quanto do ministério público pra ver a situação e ver como está o andamento dos nossos trabalhos e estamos aguardando algumas transferências de presos para os próximos dias”, pontuou o delegado.
Também acompanharam a visitação do judiciário a delegacia de polícia os investigadores Sílvio Alex e Célio Salvador.
A carceragem da delegacia de polícia civil de Uruará tem capacidade máxima de 10 presos em três celas, mas sempre está super lotada.
Por: Joabe Reis
Sistema Regional de Comunicação

Nenhum comentário:

Postar um comentário