quarta-feira, 26 de agosto de 2015

10,8 MIL MUDAS NATIVAS SERÃO DOADAS A AGRICULTORES NO XINGU


Cerca de 300 famílias beneficiadas pela Norte Energia com áreas nos reassentamentos rurais e cartas de crédito receberão 10800  mudas nativas da região do Xingu. As árvores servirão para recuperar áreas de nascentes, das propriedades recebidas como compensação, às famílias que moravam em locais que serão ocupadas pelos reservatórios da Usina Hidrelétrica Belo Monte. A ideia é recuperar, pelo menos, um hectare por propriedade e promover o plantio correto da cultura do cacau com a técnica de sombreamento com espécies florestais nativas.
O projeto atenderá de imediato as 172 famílias de agricultores beneficiários da Relocação Assistida, que receberam cartas de crédito da Norte Energia para adquirir novas propriedades. Também serão beneficiados com as mudas 20 propriedades em Trechos de Vazão Reduzida e 28 agricultores que optaram pelo Reassentamento Rural Coletivo e 76  reassentados em áreas remanescentes. A doação de mudas acompanhada de assistência técnica iniciará em setembro.
A Norte Energia analisou o Cadastro Ambiental Rural das propriedades beneficiadas  conforme os critérios do Projeto Básico Ambiental (PBA) da Usina Hidrelétrica Belo Monte. A análise constatou que a maioria dos imóveis necessita de recuperação de Áreas de Reserva Legal e de Áreas de Proteção Permanentes (APPs). Os agricultores estão sendo orientados a fazer a recomposição por meio de regeneração natural dessas áreas. Entretanto, alguns casos, como o de nascentes, precisam de ações específicas,  tal como o plantio de essências florestais nativas. Para este fim, estão destinadas cerca de 6 mil mudas, para atender, nesta primeira etapa, 60 famílias.
As mudas de essências florestais também servirão para o sombreamento definitivo de novas áreas de plantio de cacau e na recuperação de áreas implantadas que ainda não possuem o sombreamento. Visando estimular as técnicas corretas na cultura cacaueira entre os agricultores familiares, a Norte Energia disponibilizará 4.800 mudas, que, inicialmente, vão atender a 80 propriedades.
O projeto integra a ação da Norte Energia em recompor  mais de 26 mil hectares de floresta, na região do Xingu, com ações de plantio, proteção e conservação. Esta extensão é cinco vezes maior do que está sendo suprimido para criação dos reservatórios. As mudas são produzidas a partir de sementes e propágulos resgatados nas áreas suprimidas para implantação do empreendimento e em áreas específicas de coleta de sementes, áreas de matrizes florestais. Todo material é destinado ao Centro de Estudos Ambientais (CEA) da empresa, onde até o momento, 81.812 mudas foram produzidas para recuperação de áreas degradadas, humanização de canteiros e doações às secretarias de meio ambiente dos municípios do entorno da obra.
Foto: Betto Silva
Por: Adison Ferrera
Assessor de comunicação - UHE Belo Monte

Nenhum comentário:

Postar um comentário