quarta-feira, 7 de outubro de 2015

POLÍCIA DESVENDA DUPLO HOMICÍDIO NA ZONA RURAL DE URUARÁ


Daniel, Keila e Ronaldo
A polícia Civil apresentou na manhã desta quarta-feira, 07, três acusados de cometerem o duplo homicídio ocorrido na noite de domingo, 04, no travessão 224 norte, zona rural do município de Uruará, quando foram assassinados a tiros, Welinton Fagno Souza Milhomem, de 21 anos, e Daniel Rodrigues, de 20 anos. A esposa de uma das vítimas acabou confessando o crime.Após dois dias de investigação a polícia chegou aos três acusados, a esposa de um dos homens assassinados, Keila Rosa dos Reis, 18 anos, o amante dela, Ronaldo de Sousa Nascimento, 21 anos, e o primo de uma das vítimas, Daniel dos Santos Lima, 20. Sexo foi o motivo principal do crime. Keila Rosa mantinha uma relação extraconjugal com Ronaldo de Sousa e insatisfeita com o relacionamento que tinha com a vítima, Welinton Fagno Souza Milhomem, planejou o assassinato do marido. Para ajudá-la a concretizar o crime Keila chamou o amante Ronaldo e ofereceu sexo em troca da ajuda de Daniel. Na noite de domingo, 04, as vítimas e os três acusados estavam numa festa que acontecia no travessão 224 norte, no meio da noite Keila saiu com o marido e o primo para irem para casa quando de posse de uma espingarda ela efetuou um disparo contra Daniel Rodrigues enquanto Ronaldo efetuou um disparo contra Welinton Fagno. Após cometerem o crime eles retornaram para a festa onde Keila começou a dizer que um tio dela teria vindo de Novo repartimento e Assassinado o seu marido. A intenção da esposa assassina era passar um tempo fora do município e depois retornar para morar com o amante Ronaldo na propriedade que o marido havia adquirido no travessão 224 norte onde o crime aconteceu.No entanto a Polícia Civil, através dos investigadores Célio salvador e Sílvio Alex, Escrivão Ivan Santos, sob o comando do Delegado Walison Damasceno, conseguiu descobrir a farsa de Keila e desvendou o duplo homicídio efetuando a prisão dos 3 acusados.As duas espingardas, calibre 20 e calibre 16, usadas pelos acusados para cometerem os assassinatos, foram apreendidas. Segundo a polícia Daniel seria quem entregou as armas para Keila e Ronaldo cometerem o crime.“Desde o princípio das investigações nós já suspeitávamos da esposa de uma das vítimas que no local do crime contou uma história muito estranha que não batia com os fatos e viemos a confirmar que a mesma teve participação nos homicídios após capturarmos Daniel dos Santos, primo de uma das vítimas, e ela depois de presa contou que no crime também teve a participação do seu amante o Ronaldo, este foi preso e também confessou o crime. Os três serão autuados por duplo homicídio e ficarão recolhidos a disposição da justiça”, disse Walison Damasceno.As vítimas e acusados chegaram ao município de Uruará no mês de agosto deste ano vindos do município de Novo Repartimento, estavam morando numa propriedade rural que Welinton havia comprado no travessão 224 norte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário