terça-feira, 13 de outubro de 2015

TRÊS SÃO PRESOS ACUSADOS DE ASSALTOS E PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO

Os agricultores reconheceram dois homens


A polícia prendeu Vanilson Caetano da Silva (tatuado), Josiel dos Santos e Charles Labres de Paula (sem camisa e sem tatuagem). As armas utilizadas para crimes também foram encontradas, um 22 e dois 38, além de uma motocicleta roubada dentro da Gleba Assurini. A informação é de que dois dos acusados (Josiel dos Santos e Vanilson Caetano), são os responsáveis por “tocar o terror” na zona rural entre as cidades de Altamira e Senador José Porfírio, no travessão do Pirarara.

No último final de semana, uma família inteira foi feita refém e 6 pessoas foram baleadas ou atingidas por tiros, os acusados na ocasião levaram R$300,00 reais das vítimas. Segundo informações da polícia civil, diante da audácia dos bandidos que já vinha atuando na região, foi montada a “Missão Assurini” uma operação conjunta das polícias civil e militar que contou com o Delegado Vinicius Dias e o Tenente Ramiro acompanhados de investigadores e policiais especializados em operações táticas. Foram 15 horas de buscas e um serviço de inteligência minucioso, já que a região do Assurini tem muitos travessões e vicinais.

E nesta terça-feira 13, a operação apresentou êxito, trazendo para a Seccional de Altamira, 2 acusados de praticar os assaltos na zona rural e um acusado de ocultar objeto fruto de roubo (uma moto) e portar ilegalmente uma arma de fogo. Os dois acusados de assaltos foram rapidamente reconhecidos por agricultores que foram vítimas deles. O trio foi autuado em flagrante, e agora cabe ao judiciário altamirense, manter a prisão dos mesmos e encaminhá-los ao sistema prisional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário