segunda-feira, 7 de março de 2016

HOMEM É MORTO POR UM PM EM VALADARES E ESPOSA FILMA TUDO


O desentendimento entre um policial militar e um caminhoneiro acabou em morte na manhã deste domingo, 6 de março, em Governador Valadares, no Vale do Rio Doce. O vídeo registrado pela esposa de Fábio Aguiar de Morais, de 36 anos, mostra o momento em que o policial militar Júlio César da Silva, de 44 anos, efetua vários disparos contra o motorista após um bate boca. O crime aconteceu por volta das 9h30.A Polícia Militar (PM) registrou em ocorrência que uma guarnição fazia patrulhamento no bairro Santa Rita quando um ciclista avisou que havia um homem baleado na Rua Campos Sales, próximo a esquina com a Rua Resplendor. Os militares se deslocaram para o local e encontraram a vítima caída ao solo e aparentemente sem sinais vitais. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada e constatou o óbito.A Perícia Técnica da Polícia Civil foi acionada e após os trabalhos de praxe, o corpo foi recolhido para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade. De acordo com a PM, o perito constatou que a vítima teria sido alvejada por aproximadamente três disparos de arma de fogo.Ainda segundo a PM, a esposa de Fábio relatou que presenciou o policial atirando em seu marido e fugindo do local logo após. A PM também registrou que nenhuma testemunha quis passar informações sobre o assunto.Os militares foram até a casa do autor Júlio César, mas ele não foi encontrado no local. O suspeito é procurado pela polícia para prestar esclarecimento. A motivação para o crime ainda não foi esclarecida, mas conhecidos dos envolvidos relataram que eles já teriam se desentendido em datas anteriores. O crime será investigado pela Polícia Civil.Esposa da vítima registra assassinatoA esposa do caminhoneiro registrou um vídeo mostrando o bate boca entre ele e o autor. As imagens, que foram divulgadas em uma rede social, mostram o momento em que o militar atira contra o caminhoneiro, que já se encontrava desarmado. As imagens disponibilizadas no player abaixo são fortes e não são recomendadas para menores de 18 anos.
Fonte: Portal Aconteceu no Vale

Nenhum comentário:

Postar um comentário