quinta-feira, 19 de maio de 2016

POLÍCIA DESCOBRE TÚNEL ATRÁS DE FARMÁCIA

Tudo foi arquitetado, mas com falhas de planejamento. Foi assim que um túnel foi descoberto dentro de um kitnet. O buraco vinha sendo cavado na tentativa de furtar uma rede de farmácias localizada na estrada do Maguari, esquina com a rua José Bonifácio, município de Ananindeua, na Grande Belém. Foi o atraso do aluguel desse mês que levou a proprietária do imóvel a denunciar, na Polícia Civil, o sumiço da inquilina. Quando chegaram ao local, os policiais descobriram o túnel. Até o momento ninguém foi preso. 

A vila de kitnets fica nos fundos da farmácia, mas foi na casa 11A que todo o aparato foi encontrado. De acordo com o delegado Eliezer Machado, da Seccional de Ananindeua, a denúncia foi recebida pela proprietária do imóvel, que estranhou o sumiço da inquilina e a falta de pagamento do aluguel do mês. A casa foi alugada por uma mulher em março e, há cerca de um mês, o imóvel foi abandonado. “Houve contrato de locação, mas o documento não estava assinado. A proprietária denunciou o caso e investigamos o local por dias, esperando que alguém aparecesse, e nada”, relatou o policial civil. 
Foi na manhã de ontem que a equipe policial abriu o imóvel para periciá-lo. O kitnet tem quarto e banheiro. O túnel foi feito perto da porta de entrada. A terra retirada ficou amontoada dentro do quarto. No local, ainda havia material de escavação, como martelo, enxada, pá, um balde e uma lâmpada de emergência. A entrada do túnel mede cerca de 1mx1m com profundidade de 1,80m, e já alcançava a distância de 6m.
O objetivo era chegar aos fundos da farmácia, mas, por alguma razão, o plano parou. “Constatamos que as pessoas que faziam a escavação pararam porque encontraram um obstáculo no caminho. Provavelmente, eles ainda retornariam para trazer mais maquinário, talvez uma britadeira, para quebrar esse obstáculo”, relatou o delegado. Ainda segundo Machado, a intenção dos criminosos era furtar o cofre da farmácia e, para não serem descobertos, ouviam música alta para disfarçar.
3 ENVOLVIDOS
A polícia estima que 3 pessoas estejam envolvidas, uma delas tem conhecimento de construção, pela perfeição do túnel. Sobre a mulher responsável pela locação do imóvel, a polícia iniciará investigação. “Temos uma xerox da carteira de identidade dela, o nome é possivelmente falso, mas a foto é verdadeira, pois a dona do estabelecimento reconhece como sendo a pessoa que fechou contrato com ela”, acrescentou o delegado Eliezer Machado. 
Um inquérito policial será instaurado por tentativa de furto qualificado e a polícia busca por suspeitos. “Houve rompimento de obstáculo, houve dano patrimonial da proprietária do kitnet, e agora vamos apurar para prender os suspeitos”, falou Eliezer. Os responsáveis pela farmácia não quiseram dar entrevistas, mas acompanharam o trabalho dos policiais.


(Emily Beckman/Diário do Pará)

Foto: Ney Marcondes/Diário do Pará)

Nenhum comentário:

Postar um comentário