terça-feira, 17 de maio de 2016

SOLDADA É A PRIMEIRA MULHER FORMADA PELO CURSO DA ROTAM NO PARÁ

Natália Lourenço, 31 anos, é a primeira policial militar feminina capacitada para este fim a compor a equipe Rotam no Pará, criada para atender ocorrências de alta complexidade e atuar em ações ostensivas da PM. A conquista veio com a conclusão do “IV Curso Operacional Rotam”, que dos 240 inscritos teve apenas 38 certificados, submetidos a um árduo treinamento de quase dois meses. A formação, inédita nos quadros da Polícia Militar do Pará, rendeu à Natália a distinção como "Policial Destaque", conferida na noite desta terça-feira, 10, durante cerimônia de formatura no Batalhão de Polícia Tática (BPOT), em Belém.
Casada e mãe de um menino de dois anos, Natália entrou para a Polícia Militar aos 28 anos. Orgulhosa, ela deseja que seu exemplo seja seguido por outras mulheres. "É uma honra saber que as mulheres estão quebrando paradigmas e mostrando que são capazes, sim, de atuar em qualquer área que queiram, inclusive as forças militares”, diz. Para a baiana adotada pelo Pará, a presença de uma policial feminina nas Rondas Táticas Metropolitanas pode fazer a diferença no combate ao crime, facilitando, por exemplo, as buscas pessoais.
A persistência e o profissionalismo foram essenciais para que ela se tornasse a primeira mulher a concluir o curso da Rotam e, assim, escrever seu nome na história da PM do Pará. “Passei por treinamento semelhante aos dos homens, não houve distinção alguma pelo fato de ser mulher. E isso é essencial dentro de uma tropa especializada, para garantir a excelência no nosso trabalho, uma vez que somos garantidores de direitos”, defende.
Para o comandante da Rotam, tenente coronel Luiz Carlos Rayol, a formação faz de Natália uma policial diferenciada e preparada para atender ocorrências de alta periculosidade. “Ter uma policial feminina formada nesse curso demonstra claramente a força e o potencial que tem as mulheres. E serve de exemplo para as demais, que agora tem um caminho aberto para chegar no mesmo objetivo, basta que elas se dediquem", referendou.
Durante a solenidade de formatura, Natália e os três primeiros colocados no “Curso Operacional Rotam” receberam menção honrosa e uma placa de mérito. A formação é voltada para militares que atuam ou podem vir a compor as equipes da Ronda Tática Metropolitana. Entre os temas trabalhados no treinamento estão Doutrina, Conhecimento Jurídico, Conhecimento Tático e Técnicas Especiais para o cumprimento de missões especializadas.
Por Cristiani Sousa
Fonte:agenciapara.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário