quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

CARTEIRAS DE NOME SOCIAL SERÃO EMITIDAS NO INTERIOR DO PARÁ

Atividade começará a ser realizada na segunda quinzena de março.
A partir da segunda quinzena do próximo mês, a Polícia Civil vai expandir para os postos de identificação no interior do Estado, a emissão da carteira de nome social para travestis e transexuais que queiram ter o documento de identidade no gênero e nome no qual se identificam.
Os documentos serão emitidos nos postos de identificação localizados nas cidades-sedes de cada região do Estado do Pará, e nos municípios de Xinguara e Parauapebas, no sudeste paraense. Para dar entrada na carteira de nome social, é necessário que , travestis e transexuais apresentam a carteira de identidade original, duas fotos 3x4 iguais e em cores, certidão de nascimento original e comprovante de residência.
Os municípios que contarão com o serviço são: Santarém, Itaituba, Altamira, Marabá, Redenção, Tucuruí, Breves, Soure, Paragominas, Capanema, Castanhal, Abaetetuba, Parauapebas e Xinguara. Após a emissão, os dados dos interessados serão enviados a Belém para confecção do documento e a entrega ao solicitante deverá ocorrer em um prazo médio de 15 dias.
Travestis e transexuais que morarem em cidades, como por exemplo, Mojuí dos Campos, Oriximiná e Juruti, deverão se dirigir ao posto de identificação de Santarém para solicitar o documento.
Nos últimos dois anos, 100 carteiras foram emitidas pela Diretoria de Identificação da Polícia Civil. O documento é válido como identificação oficial ao ser apresentado em qualquer serviço público em órgãos do Governo do Pará, como hospitais, escolas, delegacias, entre outros. Em março, o documento também poderá ser emitido no novo Posto de Identificação, inaugurado em dezembro passado, na Estação Cidadania do Shopping Bosque Grão Pará, em Belém.
Fonte: ORM News

Nenhum comentário:

Postar um comentário