quarta-feira, 22 de março de 2017

BRASILNOVENSE VAI PAGAR MAIS CARO PELO GÁS DE COZINHA

Os Brasilnovenses estão pagando cerca de 10% a mais pelo gás de cozinha a partir desta Quarta-feira (22).

O reajuste do preço nas refinarias, de 9,8% em média, foi anunciado pela Petrobras na sexta-feira passada (17). Mas em nota, a companhia afirmou que o valor praticado é sem incidência de impostos. Se for repassado integralmente para o consumidor, o botijão poderia subir 3,1%.

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), que regula o setor, informa que desde 2002 vigora no Brasil o regime de liberdade de preços em todos os segmentos do mercado de combustíveis e derivados de petróleo: produção, distribuição e revenda.

 Até ontem, o paraense pagava, em média, R$ 54 por cada botijão de 13Kg, aponta o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese/PA). A variação vai de R$ 50 a R$ 60. No Pará, o município de Redenção é o que vende o gás mais caro: em média, R$ 78.

CUIDADOS
- O botijão deve ter o rótulo – informando o fabricante, data da vasilhamento e cuidados -, além do lacre de segurança intacto.
- As pessoas que fazem a troca do gás precisam ser treinadas – comum no caso de revenda legal. É preciso estar atento na hora da instalação para não ocorrer a queima de gás, vazamento e explosão.
- Em caso de flagrante de irregularidades, a população pode denunciar no 0800-970-0267 ou 181.
- No Pará, há 4 distribuidoras e 2.500 postos de revendas de gás autorizadas, 700 delas na Região Metropolitana de Belém (RMB)


Por: Junior Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário