quarta-feira, 8 de março de 2017

POLÍCIA CIVIL LOCALIZA ACUSADOS DE ATIRAR EM AGENTES PRISIONAIS EM ALTAMIRA

A Polícia Civil deflagrou no último dia 4, em Medicilândia, sudoeste do Pará, uma operação para prender três acusados que tentaram matar três agentes prisionais do Centro de Recuperação de Altamira no dia 22 de fevereiro deste ano. Dois deles, Ricardo Almeida Braga e Bruno dos Santos Silva, reagiram no momento da prisão e atiraram em direção aos policiais. No confronto, os suspeitos morreram. O outro suspeito é Kleidson Charles Conceição da Silva que foi preso. Ele é fugitivo do presídio Colônia Agrícola Heleno Fragoso no Complexo Penitenciário de Santa Isabel do Pará.
Durante a operação, foram apreendidas duas armas de fogo, incluindo uma pistola ponto 40 utilizada no dia do crime. A operação policial foi coordenada pelo delegado André Costa, diretor da Divisão de Homicídios, da Polícia Civil. Segundo ele, foi constatado que Ricardo Almeida era um dos matadores de uma facção criminosa ligada ao tráfico de drogas na região de Altamira e considerado o autor dos disparos contra os agentes prisionais. 
"Ele também é acusado de ser autor de duas tentativas de homicídio praticadas no último dia 28, quando tentou atirar contra policiais civis que tentaram abordá-lo, enquanto ele dirigia uma caminhonete em Altamira", explica.
Segundo o delegado, as investigações irão continuar para identificar e prender os demais integrantes da associação criminosa responsável pelo atentado aos agentes prisionais. A operação contou com o apoio de policiais civis do Núcleo de Inteligência Policial e da Superintendência Regional do Xingu em Altamira.
Fonte: PC/PA

Nenhum comentário:

Postar um comentário