terça-feira, 14 de março de 2017

PROFESSORES DE ALTAMIRA ADEREM À GREVE NACIONAL


Em protesto contra as propostas do Governo Temer, professores e demais categorias em todo país entrarão em greve nos dias 15, 16 e 17.  Em Altamira o ato será promovido pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará, SINTEPP, Movimento Frente Brasil Popular e Movimento Sem Medo. Centrais sindicais e movimentos populares apostam no dia nacional de paralisação, nesta quarta-feira (15), para influenciar as votações no congresso a respeito das reformas trabalhista e da Previdência Social.
A reforma da previdência pretende mudar a idade mínima de aposentadoria para 65 anos tanto para homens quanto para as mulheres e aumentar o tempo de contribuição de 15 para 25 anos. Segundo os críticos da medida, levando em consideração que a expectativa de vida nas periferias – onde se concentra a maior parte da classe trabalhadora – e em muitas cidades, é de 58 anos, grande parte dos brasileiros, pode morrer sem conseguir se aposentar.
A Confederação Nacional dos Trabalhadores em educação espera a adesão de mais de um milhão de trabalhadores em educação. Os movimentos estudantis também apoiam a paralisação. A ideia é colocar no centro do debate tanto a reforma, como impactos que a PEC do congelamento dos gastos trará para estudantes e profissionais.  Entre as atividades está o diálogo com a população para que todos entendam a importância do ato, e de se posicionar.
As ações começam nesta terça-feira (14), e na quarta (15) haverá uma marcha pelas ruas de Altamira. A concentração será em frente a escola Polivalente, na Rua Tancredo Neves, a partir das 8h da manhã.
Reportagem: Mayara Freire

Nenhum comentário:

Postar um comentário