quarta-feira, 12 de abril de 2017

Celpa registra 16 acidentes com rede elétrica em um ano

Os 16 acidentes envolvendo a rede elétrica registrados no Pará em 2016 resultaram na morte de sete pessoas. A maioria foi na região metropolitana de Belém, mas os imprevistos também aconteceram em Santarém, Itaituba e Altamira. De acordo com a Celpa, estes casos normalmente estão ligados à procedimentos irregulares na fiação energizada. Um dos grandes problemas ainda é o furto de energia, conhecido popularmente como gato.
Em alguns bairros mais afastados do centro da cidade alguns postes, que eram de madeira, utilizados para a instalação de gatos, já foram substituídos por novos. É importante que a rede de energia seja manuseada por profissionais habilitados, pessoas que realmente tenham sido treinadas para fazer isso. Pelo menos 297 mil imóveis em todo o estado, que faziam gasto de energia sem respeitar as normas técnicas de segurança já foram ajustados. Outra questão que deve ser levada em consideração é que quando uma pessoa furta energia, as outras têm que pagar por isso.
Com as ligações clandestinas, aumenta-se as oscilações e as interrupções no fornecimento de energia. No final, os responsáveis pelo desvio de energia também acabam pagando caro e sendo enquadrados no código penal brasileiro.
Para evitar acidentes, é preciso tomar alguns cuidados como:

  • Empinar pipas longe da fiação;
  • Instalar antenas em locais afastados dos fios da rede elétrica;
  • Nunca tocar ou tentar arrumar cabos partidos ou caídos.

O correto é acionar a Celpa pelo 0800 091 0196
Reportagem: Juliana Carvalho
Fonte: Vale do Xingu

Nenhum comentário:

Postar um comentário