sexta-feira, 26 de maio de 2017

PARÁ TEM A MAIOR FROTA DE VEÍCULO IRREGULAR NO BRASIL

O Pará tem uma frota de um milhão e oitocentos mil veículos e 51% desses carros ainda não foram licenciados. Pesquisa do Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran) revela que o Estado é campeão nacional em inadimplência. A capital paraense segue no mesmo ritmo, uma vez que possui uma frota de mais de quatrocentos mil carros e 40% dos veículos estão com o licenciamento atrasado. As motocicletas são os veículos que mais apresentam esse tipo de irregularidade.
O coordenador de Planejamento do Detran- PA, Walter Aragão, explicou que esses índices são preocupantes, uma vez que 51% dos motoristas do estado trafegam irregularmente. Existem municípios do Pará que estão em 80% de inadimplência. Belém possui a maior frota do estado e segundo o coordenador de planejamento o número de inadimplência tem aumentado. 
Anualmente a frota de veículo aumenta aproximadamente 6% e na medida em que esse número cresce, a inadimplência também sobe. “Conforme as abordagens que fazemos, as pessoas alegam dificuldade financeira, questão do desemprego, fatores sociais, entre outros argumentos”, revela Aragão. Comparando os números com órgãos de trânsito de outros estados, constata-se que a inadimplência é grande no País todo, mas a do Pará e bem maior. Para o coordenador, o paraense não consegue se planejar para efetuar o pagamento.
Ele explica que o valor do licenciamento inclui o pagamento do IPVA, mas esse valor pode ser dividido em até três vezes. “O problema é que as pessoas não se programam e deixam tudo para cima da hora. E ainda por cima querem trafegar de modo irregular”, critica Aragão. 
As operações de fiscalização realizadas principalmente na capital paraense fazem parte do programa de segurança pública do governo do estado. Aragão diz que elas não são específicas para flagrar veículos irregulares. “Dentro de todo esse contexto está o nosso papel de fiscalização e essas operações não são realizadas apenas nesse período de licenciamento”, pondera.
MOTOS
A motocicleta é o tipo de veículo que apresenta maior irregularidade, constatam os agentes do Detran. Hoje a capital possui uma frota de 120 mil motocicletas e 55% dela estão pendentes quanto ao licenciamento. Outro problema preocupante identificado pelo órgão fiscalizador é com relação a apreensão de carteiras de habilitação falsa.
Conforme levantamento, toda semana o Detran apreende carteiras falsas apresentadas aos fiscais. “Esse comportamento do motorista é muito grave, pois estamos lidando com uma pessoa que não está apta a conduzir um veículo. Por isso, cada vez mais é necessário o trabalho de fiscalização”, justifica Aragão.
Fonte: ORM

Nenhum comentário:

Postar um comentário