terça-feira, 30 de maio de 2017

VÍTIMA DE CHACINA FOI MORTA COM DISPAROS A QUEIMA ROUPA

Um relatório divulgado pela Comissão de Direitos Humanos da Assembléia Legislativa do Pará mostrou que uma das vítimas do confronto que resultou na morte de 10 pessoas em Pau D’arco, sudeste do Pará, foi morta com características de execução. Os exames realizados no corpo de Hércules Santos de Oliveira constataram que ele foi assassinado com dois tiros à queima-roupa, na altura do coração.
Nove homens e uma mulher morreram no dia 24 de maio, durante uma ação policial para cumprimento de 16 mandados de prisão dos suspeitos de envolvimento na morte de um vigilante no sudeste do Pará. A Secretaria de Segurança Pública disse que os policiais foram recebidos à bala, mas sobreviventes contestam a versão dos órgãos de segurança: Segundo os trabalhadores rurais, a polícia chegou à cena do crime atirando. A Policia Federal irá acompanhar as investigações.
Os representantes da associação dos delegados da Polícia Civil do Pará vão acompanhar as investigações e defender os policiais que participaram da ação.  De acordo com a SEGUP, 29 policiais, sendo 21 militares e oito civis, já estão afastados das atividades rotineiras. Segundo a Comissão Pastoral da Terra os cinco primeiros meses de 2017 já registraram 37 mortos no campo. É o inicio de ano mais violento do século.  Somente no Pará foram 18 mortes neste ano.
Reportagem: Mayara Freire

Nenhum comentário:

Postar um comentário