terça-feira, 20 de junho de 2017

DOE SANGUE: CAMPANHA JUNHO VERMELHO MOBILIZA DOADORES NO HEMOPA

As bandeirolas coloridas recepcionam quem chega ao hemocentro de Altamira. É a campanha junho vermelho, um incentivo a mais para quem escolhe salvar vidas por meio da doação de sangue. E a movimentação estava grande na manhã desta segunda-feira (19). Quem for ao Hemopa fazer a doação até o final deste mês ganha um kit com camiseta e a tradicional pipoca e docinhos de São João. Uma gratificação para um ato que pode salvar até quatro vidas de uma só vez.
Atividades como estas acontecem em outras datas estratégicas como carnaval, natal e ano novo. A campanha também faz alusão a 14 de junho, dia mundial do doador de sangue. Apesar de a principal demanda vir de acidentes de trânsito, existem receptores que farão cirurgias ou pessoas que tratam doenças ligadas ao sangue. O Hemopa Altamira atende a todos os municípios da Transamazônica e Xingu, o que aumenta a responsabilidade. Quem doa uma vez, costuma voltar.
O hemocentro atende de sete à uma hora da tarde na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes. Para ser um doador é preciso ter entre 16 e 69 anos e pesar mais de 50 kg. Leve um documento de identificação com foto e se alimente bem antes de ir ao hemocentro. Outras dicas são descansar pelo menos seis horas na noite anterior à doação e não ingerir bebidas alcóolicas pelos menos doze horas antes e não fumar pelo menos duas horas antes.
Todos os tipos sanguíneos são necessários, mas a procura maior é pelos tipos raros, que são os negativos. Apenas mulheres grávidas e pessoas expostas a doenças transmissíveis pelo sangue como AIDS, Hepatite, Sífilis e doença de chagas não podem doar. Homens estão liberados para doar a cada dois meses. Mulheres, a cada três. O tempo é suficiente para que o corpo reponha o que foi coletado.
Reportagem: Juliana Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário