quarta-feira, 14 de junho de 2017

EM NOTA, PREFEITO DE MEDICILÂNDIA DIZ QUE OCUPAÇÃO DOS PROFESSORES É ILEGAL


Professores continuam ocupando a Prefeitura e a sede da Secretaria de educação do município de Medicilândia no oeste do Pará. O Governo Municipal disse que entrará com pedido de reintegração de posse.
As refeições estão sendo servidas no local
A ocupação começou na manhã de ontem, passaram a noite e dizem que continuarão até que o prefeito atenda suas reivindicações. Os professores pedem a volta da regência de classe em sua totalidade de 25% para os professores e devolução do retroativo da regência, tempo de Serviços do Pessoal de Apoio, e o fim da redução salarial e fim dos Cortes nas Gratificações.
Os Professores passaram a noite em vigília
O SINTEPP em Medicilândia disse te procurado o prefeito por várias vezes para dialogar mas não teve sucesso nos acordos. Nossa redação também entrou em contato com a administração que enviou nota em que a gestão considera a ocupação ilegal.
DIZ A NOTA:
“O Prefeito municipal de Medicilândia Celso Trezeciak, vem através desta esclarecer que em relação a ocupação da prefeitura de Medicilândia por parte dos professores da rede municipal de educação a sua gestão considera um ato ilegal e politico, haja visto que em nenhum momento ao longo de seu mandato houve atraso de salários ou redução dos mesmos, oque houve devido a problemas de ordem financeira foi uma retirada de uma gratificação no valor de 25%. O prefeito destaca que após a retirada o mesmo nunca se recusou a negociar com a categoria, inclusive vale informar que em reunião com uma comissão formada por educadores e o SINTEP que representa a categoria ficou definido que voltaria já na próxima folha salarial 10% dessa gratificação e que gradativamente a partir da melhora na entrada de recursos aos cofres públicos seria reposto a gratificação.A ação dos professores que ocupam o prédio da prefeitura municipal, além da secretaria de educação e assistência social é ilegal, a assessoria jurídica da prefeitura municipal entrará com pedido de reintegração de posse.”
O Prefeito participou, hoje pela manhã, de um programa em uma rádio comunitária da cidade e falou à população sobre o caso.
PITACO DO BLOG
O Assessor de comunicação justificou a demora em nos atender dizendo das dificuldades de localizar o prefeito para a emissão da nota. Ora, se a assessoria de comunicação do prefeito tem dificuldades de contatar o gestor, não é difícil entender as dificuldades que os professores estão encontrando para serem atendidos.

Por: Valdemídio Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário