quarta-feira, 12 de julho de 2017

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA ACSs E AGENTES DE COMBATE ÀS EDEMIAS DE BRASIL NOVO PODE SER ANULADO


É o que propõe a Instauração de Inquérito Civil Público instaurado pela Promotoria de Justiça de Brasil Novo para apurar possíveis irregularidades ocorridas durante o certame. E em uma recomendação enviada ao executivo municipal, o Ministério Público, representado pela Promotora de Justiça Drª Vanessa Herculano Ribeiro orienta o Prefeito Alexandre Lunelli e ao Secretário de Saúde Eliésio Buchinger a adoção imediata de medidas administrativas visando a anulação do Processo Seletivo. O Blog Brasil Novo Notícias ouviu na tarde desta segunda-feira o Prefeito Alexandre Lunelli que explica que a decisão de anular o certame não partiu de iniciativa do executivo municipal como vem sendo propagado.
O Processo Seletivo Simplificado para preenchimento de cargos públicos de Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Edemias foi realizado em 2016 sob Edital nº 01/2016 e para o Prefeito Alexandre Lunelli, na visão administrativa a anulação representará perca de recursos públicos para município.
A promotoria cita na recomendação que ficou “evidenciado que os atos praticados pelos envolvidos no controle do concurso, ao invés de corresponder à importância e seriedade de tal certame, que visa cumprir ao previsto no art. 37, da CF, feriram aos princípios da legalidade e da moralidade”(…) motivos pelos quais o Processo Seletivo deve ser anulado.
Veja a matéria completa no vídeo:

Por: Valdemídio Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário